Pular para o conteúdo principal

Postagens

Meu presente de 24 anos.

Tudo começou numa noite quente de sexta-feira, nesse espaço bem próximo à linha do equador,  de cerca de 15m² que chamo de lar, quando resolvi me livrar do suor extra - por não te ar-condicionado em casa- - por não poder comprar-condicionador de ar - e ficar suspensa balançando numa rede há cerca de 50cm do chão..
Eu, com toda minha experiência de menos de 5 meses morando sozinha, dei um super nó, super treinado, que já tinha feito menos que 10 vezes na vida no punho da rede e confiei todos os meus ?? Kg àquele nó dado com a mais perfeita inabilidade. Acho que já dormia (não que demore muito pra eu cair no sono) há uns 5 min quando de repente TRÀÀÁ! obedeci àquela força implacável que te chama ao centro da terra e, juro, que passei pela dor de um parto todo em 0,5 segundo! Queda na hora não avisa o que vai ser no outro dia... hiperemia local, vasodilatação reflexa, mediadores inflamatórios recém-liberados, calor, rubor e todos os outros sinais flogísticos, me fizeram crer que se tomas…
Postagens recentes

Um presente

Receber algo sem querer, sem pedir, sem esperar. Talvez algo que até se queria e nem sabia (tipo o papo do Jobs).
Aquela música maravilhosa q você sintoniza na rádio e depois perde o sinal antes de saber de quem é, aquela pessoa que você vê passar quando está no ônibus e te prende o olhar, vira dono(a) dos seus olhos por um momento, quem te captura e te faz sentir coisas que nunca acreditou que sentiria por ninguém... Tudo presente!
E aí simplesmente depois de um turbilhão você quer prender tudo na mente, aquela imagem, aquele som, aquela sensação mas descobre, por fim, que pra que eles aconteçam você não pode esperá-los, pedi-los de natal ou de dia das crianças. Você entende que pra que eles venham seu espírito precisa libertar qualquer um da obrigação de agradar (e aí o sorriso me vem fácil).
Acho que um presentão é aquele que chega desapercebido, em segredo quase. Deus, Gaia, A força maior, a fonte de energia do Universo, sabe-se lá o quê (e isso me faz rir, novamente) nos presenteia …

Você é

Você é os brinquedos que brincou, as gírias que usava, você é os nervos a flor da pele no vestibular, os segredos que guardou, você é sua praia preferida, Garopaba, Maresias, Ipanema, você é o renascido depois do acidente que escapou, aquele amor atordoado que viveu, a conversa séria que teve um dia com seu pai, você é o que você lembra.
Você é a saudade que sente da sua mãe, o sonho desfeito quase no altar, a infância que você recorda, a dor de não ter dado certo, de não ter falado na hora, você é aquilo que foi amputado no passado, a emoção de um trecho de livro, a cena de rua que lhe arrancou lágrimas, você é o que você chora.
Você é o abraço inesperado, a força dada para o amigo que precisa, você é o pelo do braço que eriça, a sensibilidade que grita, o carinho que permuta, você é as palavras ditas para ajudar, os gritos destrancados da garganta, os pedaços que junta, você é o orgasmo, a gargalhada, o beijo, você é o que você desnuda.

Você é a raiva de não ter alcançado, a impotência…

If

If- Bread

If a picture paints a thousand words,
Then why can't I paint you?
The words will never show the you I've come to know.
If a face could launch a thousand ships,
Then where am I to go?
There's no one home but you,
You're all that's left me too.
And when my love for life is running dry,
You come and pour yourself on me.

If a man could be two places at one time,
I'd be with you.
Tomorrow and today, beside you all the way.
If the world should stop revolving spinning slowly down to die,
I'd spend the end with you.
And when the world was through,
Then one by one the stars would all go out,
Then you and I would simply fly away.

LV

Lívia:

Eu mais V
tom menos o meu
riso transparente
Teus dentes
Me dizem que serás pra sempre
a criança-flor
Minha flor
que do maracujá roubei
e que agradou mesmo com o bico sem açúcar
Bicuda
Dona do caminho que traz o teu coração
pro meu
que te ama
ama até
a ferrugem do teu cabelo
que te causa felicidade
e nos faz admirar-te,
Neta-neta de Catarina.